Como escolher um curso de idiomas – parte 1

Em uma carreira em ascensão, sempre chega o momento onde conhecer um idioma estrangeiro é a diferença entre crescer ou ficar para trás.

Certa vez, em uma conversa descompromissada, um amigo estava reclamando da quantidade de propagandas indesejadas que recebia por e-mail. Tentei ajudá-lo instalando um sistema anti-spam e, para meu espanto, ao acessar uma das mensagens que ele havia acabado de mover para a lixeira, encontrei um pedido de orçamento, proveniente da Alemanha, em inglês, de uma grande quantidade de seus produtos. Ele não sabia inglês e por isso estava literalmente movendo uma oportunidade para a lixeira, pensando se tratar de uma propaganda.

Em uma carreira em ascensão, sempre chega o momento onde conhecer um idioma estrangeiro é a diferença entre crescer ou ficar para trás. As empresas e profissionais acostumados com o mercado nacional não se dão conta de que, com a internet, as oportunidades internacionais aparecem de uma hora para outra.

Quem não tem domínio de um idioma estrangeiro, em um mundo globalizado, sofre de um horizonte profissional e cultural bastante limitado. Para se ter uma ideia, em todo o mundo, apenas 0,88% dos jornais e revistas são produzidos em português, contra 62% do inglês. Quanto aos filmes, 0,71% são produzidos em português, 34% em inglês e 5% em espanhol. Na Internet, 1,45% das páginas estão em português, 56% em inglês e 7% em alemão.

Com estes números, fica bastante evidente o quanto é maior o universo de informações e a gama de oportunidades de uma pessoa que fala um segundo idioma.

Se você já constatou tudo isso e finalmente decidiu encarar um curso de idiomas, talvez esteja com a dúvida: qual curso escolher? Afinal, o mercado está repleto de escolas e profissionais autônomos, cada um com sua metodologia, material, carga horária, duração, etc. Como em toda área, há instituições sérias e outras que entregam um serviço de qualidade duvidosa. Por isso, preste atenção às seguintes dicas que estarão nos próximos posts.

Continue acompanhando os posts sobre ‘Como escolher um curso de idiomas – parte 2’

Faça aulas particulares de espanhol no seu ritmo. Entre em contato e se informe.